Superbike promove seletiva da categoria escola para pilotos iniciantes

seletiva-categoria-escola-1024x665

FOTO: DIVULGAÇÃO

O SuperBike Brasil tem uma categoria voltada para pilotos que não possuem experiência na pista e querem aprender e se divertir com segurança e também evoluir seu nível de pilotagem. Trata-se da Categoria Escola, que tira os pilotos das ruas e os leva para o autódromo em um ambiente com estrutura e suporte para a prática do esporte com segurança. Pilotos de 600cc e 1000cc podem participar da Categoria Escola dentro das etapas do SuperBike.

Os interessados participarão de dois dias com atividades de pista no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, durante a 2ª Etapa da Copa Pirelli, que ocorrerão nos dias 03 e 04 de março (sábado e domingo). Os pilotos assistirão a palestras sobre pilotagem, receberão o briefing de segurança em pista, além dos treinos com a orientação e acompanhamento de instrutores, participarão também de uma corrida experimental, tendo durante todo o final de semana o respaldo e orientação de grandes nomes da modalidade, entre eles Bruno Corano, instrutor chefe da MotoSchool e piloto da categoria SuperBike.

Os interessados devem entrar em contato com a organização do SuperBike através do email atendimento@superbike.com.br, ou do telefone (11) 5641-4166, e confirmar a participação na seletiva. O custo é de R$ 120,00 (cento e vinte reais), e os participantes também receberão uma camiseta de “Piloto” do SBK.

A categoria Escola estreou no SuperBike na temporada 2017 com as motos 1000cc e 600cc, cumprindo seu objetivo de formar novos pilotos e prepará-los para as pistas. Durante a temporada foi possível acompanhar a evolução e aprendizado dos participantes. Na SuperBike Escola, Rodrigo Tamani, #66, da Pitico Race Team, foi o campeão brasileiro, enquanto, na SuperSport Escola, quem levou a melhor foi Leandro Amâncio, #29, da ELB Escola de Pilotos.

Participe da seletiva e faça parte do SuperBike Brasil, o Maior Campeonato de Motovelocidade das Américas.

Piloto brasileiro pede ajuda na internet para manter-se em competição mundial de Supercross

IMG-20180219-WA0011

FOTO: DIVULGAÇÃO

Jean Ramos, piloto paranaense de 28 anos, está lançando uma campanha na internet para permanecer no AMA SX 2018 – a maior competição de Supercross do mundo e que reúne os melhores pilotos.

Jean se encontra na 15ª posição do campeonato e tem se destacado dentre os competidores, sendo sondado até por jornais americanos que se perguntam: “quem é Jean Ramos?”. Jean é o único brasileiro da competição.

O piloto é patrocinado pela equipe GaiaMX para competições nacionais e conta que não esperava ter todo esse sucesso em uma competição mundial. “A gente fez um planejamento pra correr apenas as 6 primeiras etapas e já foi um valor bem alto. Agora tenho uma boa oportunidade de continuar, mas preciso viabilizar a parte financeira”, explica.

Para conseguir completar a temporada na classe 250 Oeste (correndo em mais três etapas) e ainda competir nas três primeiras provas do AMA Motocross 2018, Jean criou uma campanha online de financiamento, onde irá sortear vários prêmios para os contribuintes, entre eles 10 óculos GaiaMX de competição.

O sorteio dos brindes será realizado ao vivo no Instagram oficial do piloto (@jean.ramos10), no dia 21 de março às 20h.

Entenda mais sobre a campanha e saiba como ajudar no link:

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/go-ramos-no-ama

Honda Racing anuncia equipes e patrocínios para temporada 2018

331551_767486_39653047684_fa9d2a87f0_o__1_

FOTO: WANDER ROBERTO/VIPCOMM

Um evento recheado de história! A Honda anunciou nesta segunda-feira (19/02), em São Paulo, durante apresentação para a imprensa, organizadores de eventos e parceiros comerciais, as equipes oficiais Honda Racing que vão disputar as principais competições do Brasil e no mundo para a temporada 2018. Também foram revelados os eventos que contarão com o patrocínio da empresa neste ano. O lançamento do Honda Racing foi realizado na pista de kart Speedland. Após a apresentação, os pilotos oficiais e convidados participaram de corridas de kart indoor.

A Honda também aproveitou para comemorar os 40 anos de apoio e patrocínios a eventos, equipes e corridas de moto por todo o país. A iniciativa da Honda, quatro décadas atrás, foi fundamental para o desenvolvimento do esporte e pela formação de gerações de pilotos no Brasil.

O primeiro campeonato patrocinado oficialmente pela marca foi a Fórmula Honda, para motocicletas CG 125 – a moto, movida a álcool, ficou exposta no palco durante a apresentação das equipes oficiais Honda.

Neste ano, a Honda apoiará e terá equipes nas principais competições no asfalto e na terra: o Superbike Brasil, o Campeonato Brasileiro de Motocross, a Copa EFX Brasil, a CACC (Copa Adrenatrilha de Cross Country), Arena Cross, Rally dos Sertões e Enduro da Independência.

“Duas provas merecem destaque: o Rally dos Sertões, uma das maiores do mundo, e o Enduro da Independência, o mais antigo e mais tradicional do país. A Honda vai em busca de mais títulos nessas competições”, diz Odair Dedicação Junior, gerente de marketing e competições da Honda.

Experiência internacional

25491735477_57f87b68d8_k

FOTO: WANDER ROBERTO/VIPCOMM

A Honda também anunciou que a equipe oficial irá disputar o Campeonato Mundial de Motocross (etapa da Argentina), no início de março. “Nós acreditamos que a participação em provas internacionais, ou com a vinda de pilotos estrangeiros para correrem aqui, é muito importante para o desenvolvimento do esporte e de pilotos brasileiros. Afinal, eles vão correr ao lado dos melhores do mundo. Veja o exemplo do Gustavo Pessoa, que foi disputar uma temporada nos Estados Unidos”, afirma Marcos Monteiro, gerente geral comercial da Honda.

No asfalto

38553474020_027e87db77_k

FOTO: WANDER ROBERTO/VIPCOMM

A Honda Racing também terá importante participação na motovelocidade. A empresa patrocinará o Superbike. “Outro importante apoio na categoria é o patrocínio ao piloto Eric Granado, que correrá o Superbike no Brasil e o Campeonato Mundial de Motovelocidade, na Moto2, em 2018. É a volta de um representante do Brasil ao Campeonato”, afirmou Marcos Monteiro.

Eric Granado, que ao mesmo tempo vai em busca do bicampeonato do Superbike, agradeceu o apoio da Honda. “O nível das competições brasileiras está cada vez mais alto, com pilotos cada vez mais preparados. Vamos treinar e nos dedicar muito para trazer títulos para a Honda”, afirmou o piloto paulistano de 21 anos.

Veja quem são os pilotos oficiais da Honda Racing para a temporada 2018:

Superbike (Chefe de equipe: Reinaldo Campos)

Eric Granado – Campeão 2017

Pedro Sampaio – Campeão 2017 da 600cc

Moto: Honda CBR 1000RR

Motocross (Chefe de equipe: Cale Neto)

Mx 1

Hector Assunção

Jetro Salazar

Com a nova Honda CRF 450R

Mx 2

Gustavo Pessoa

Lucas Dunka

Com a nova Honda CRF 250R

Enduro (Chefe de equipe: Felipe Zanol)

Júlio César Ferreira Eliziário – Honda CRF 450RX

Gabriel Lucas Soares – Honda CRF 250R

Nicolas Rodrigues – Honda CRF 250R

Rali (Dario Julio – chefe de equipe)

Tunico Maciel – CRF 450RX

Jean Azevedo – CRF 450RX

Gregorio Caselani – CRF 450RX

Júlio Bissinho Zavatti – CRF 230F

Segunda etapa da Alagoas Cup acontece dia 24

DSC_0473

Foto: José Carlos Duarte / Divulgação Alagoas Cup

Prova pioneira no estado de Alagoas, sempre com pistas técnicas e seguras, regulamento levado a sério e respeito aos pilotos participantes. Com essa fórmula de sucesso a Alagoas Cup veio ano a ano se consolidando como uma das maiores competições do gênero no Brasil.

A segunda etapa da temporada 2018 acontece em São Miguel dos Campos e vai ter um traçado bem interessante para os pilotos participantes. “Teremos aproximadamente 20km em cada uma das três baterias, mas diferente de nossa primeira etapa que foi marcada por longas retas e trechos de canaviais, desta vez o percurso será bem diferente. Encontramos 3 fazendas muito interessantes e vamos ter pela frente estradas bem sinuosas, com muita variação de altitude e muito prazer na pilotagem”, declarou Deco Muniz, diretor técnico e promotor do Campeonato. “Acredito que desta vez os resultados serão ainda mais apertados dentro de cada uma das categorias em disputa”, completou Muniz.

Essa é uma temporada especial para a competição, que completa 5 anos de poeira, e por conta disso será a maior da história, desde a primeira prova em 2014. Ao todo serão 9 etapas ao longo do ano.

Mais informações sobre a competição no site:

www.sussuaranaracing.com.br

O calendário da temporada 2018 da Alagoas Cup teve algumas alterações e a inclusão de uma nova etapa. Confira as novas datas para não perder nenhuma prova do maior campeonato de Rally Baja do Brasil.

Calendário 2018 – Alagoas Cup:

3ª Etapa – 24/03/18 – Roteiro

4ª Etapa – 28/04/18 – local a confirmar

5ª Etapa – 09/06/18 – Campo Alegre

6ª Etapa – 07/07/18 – Junqueiro

7ª Etapa – 15/09/18 – Sertão ou Agreste

8ª Etapa – 20/10/18 – Usina Porto Rico

9ª Etapa – 01/12/18 – Teotônio Vilela

* Datas e locais sujeitos a alterações.

 

Acompanhe a Alagoas Cup nas mídias sociais:

Facebook: http://www.facebook.com/SussuaranaRacing

Instagram: @sussuaranaracing

Twitter: @alagoascup

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vem ai a Copa Mogi de Motocross Amador 2018

Inscrições podem ser feitas no site - fazendaasw.com.br

FOTO: DIVULGAÇÃO

A Fazenda ASW Off Road Park, pista de Motocross já tradicional no estado de SP, acaba de lançar um calendário de competições voltado para o piloto amador. A Copa Mogi de Motocross Amador 2018 já tem data definida para sua primeira etapa, os treinos oficiais serão no sábado (24/02) e as corridas no domingo, 25/02.

O campeonato será dividido em 5 etapas ao longo de 2018 e todas as corridas serão sediadas na Fazenda ASW Off Road Park, localizada na Av. Francisco Rodrigues Filho, 8.460, em Mogi das Cruzes/SP.

Totalmente voltado aos pilotos amadores, a competição terá categorias para todos os níveis e motos. As categorias a disputar serão: Novato, Intermediária A, Intermediária B, Nacional A/B, Feminino A/B, MX1, MX2, MX3, MX4, MX5 e Open.

O valor para inscrição é de R$: 95,00 para a primeira categoria e R$: 45,00 para as demais. Mensalistas do Hotel de Motos da Fazenda ASW terão preço especial: R$ 90,00 na primeira categoria e R$45,00 para as demais, assim como a categoria Feminina, R$ 70,00 na primeira categoria e R$ 45,00 nas demais.

As inscrições podem ser feitas antecipadamente em:

http://fazendaasw.com.br/inscricoes, ou no dia da competição.

A Fazenda ASW dispõe de uma estrutura completa para a realização da competição, com BOX fechado, praça de alimentação, banheiros, área para camping, resgate especializado e equipe de cronometragem.

O regulamento está disponível em:

http://fazendaasw.com.br/regulamento

Mais informações:

José Luiz Terwak – (11) 98354-0968

SERVIÇO:

1ª Etapa – Copa Mogi de Motocross Amador 2018

Data: 24 e 25 de Fevereiro de 2018

Cidade: Mogi das Cruzes/SP

Local: Fazenda ASW Off Road Park – Av. Francisco Rodrigues Filho Nº 8460.

Infraestrutura: BOX, Praça de Alimentação, Banheiros, área para camping e resgate especializado da prova.

Categorias: Novato, Intermediária /A, Intermediária /B, Nacional A/B, Feminino A/B, MX1, MX2, MX3, MX4, MX5 e Open.

Preços:

R$ 95,00 primeira categoria, R$ 45.00 as demais

Preço especial p/ mensalistas do hotel: R$ 90,00 primeira categoria, R$ 45.00 as demais

Preço especial p/ categoria feminina: R$70.00 primeira categoria, R$ 45.00 as demais

Inscrição antecipada: http://fazendaasw.com.br/inscricoes

Regulamento: http://fazendaasw.com.br/regulamento

Este slideshow necessita de JavaScript.

Maximiliano Gerardo vence 1ª etapa da Copa Pirelli e se diz motivado para a temporada

Foto_Gilmar_Rose

FOTO: GILMAR ROSE

No último domingo, dia 04, foram realizadas as primeiras disputas do ano do SuperBike Brasil, com a 1ª etapa da Copa Pirelli e as 100 Milhas 300/500cc, no Autódromo de Interlagos (SP). O evento contou com muita velocidade e emoção em todas as categorias.

O grande vencedor do dia na Copa Pirelli foi o uruguaio Maximiliano Gerardo. O #41 da JC Racing Team mostrou bom desempenho na estreia da temporada e faturou as duas baterias na SuperBike Pro. Após as corridas, o piloto afirmou que os resultados servem de motivação para a sequência do campeonato.

“Foi uma corrida boa. Fiz uma ótima largada nas duas corridas e pude garantir uma boa diferença para quem vinha atrás. Impossível uma maneira melhor de começar o ano”, disse Gerardo. “É uma motivação muito grande começar assim o campeonato. Dá mais vontade de continuar trabalhando e treinando para a disputa, que estará muito acirrada esse ano. Há muitos bons pilotos, então trataremos de fazer o melhor”, completou.

Atrás de Gerardo, vieram Danilo Lewis (#17), da Tecfil Havoline Racing Team, que se recuperou na segunda bateria após ter ficado fora do top 5 na primeira atividade; Alex Borges (#44), da Pitico Race Team; Jeferson Friche (#6), da HG Motos Racing / Sky Comp, e Ancelmo Perini (#12), da JC Racing Team.

Outras categorias

Na categoria Pro Amador, Julio Fortunato (#56), da Sport Plus Racing, também levou as duas baterias, enquanto Alex Borges foi o mais rápido nas corridas da Extreme, seguido por Jeferson Friche.

Pela Evo 1000cc, Rodrigo de Giovani foi o mais veloz nas duas baterias. Em ambas as provas, ele ficou à frente das motos da Motonil Motors / UsatecBSB, pilotadas por Pablo Nunes Flores (#28) e Fabricio de Freitas (#131).

A 1ª bateria da SuperSport Pro foi vencida por Ives Moraes, #23 da Motom, seguido por Luis Ferraz, #13 da Tecfil Havoline Racing Team, e Juninho Garcia, #27 da JR Motos Racing. Na Pro Amador, Regis Santos (#20), da Pitico Race Team, foi o mais rápido, e Sergio Prates (#74), da JC Racing Team, veio logo atrás. Entre os pilotos da Master, duas motos da Motom participaram da bateria. Leandro Bressan (#27) ficou à frente de Edson Fibla (#18) após a disputa. Ives também foi o vencedor na Extreme, enquanto o #20 Regis terminou em segundo, e Juninho fechou em terceiro.

Já na 2ª bateria, Regis foi o grande vencedor tanto na SuperSport Pro quanto na Amador (além da Extreme, onde o piloto também corre). Sergio terminou em segundo também na Amador. Ainda na Pro, Luis foi o segundo após as 12 voltas, seguido por Juninho, que também ficou em segundo na disputa da Extreme. Na Pro Master, a vitória acabou com Leandro Bressan.

Na SuperStock, Rodrigo Torroglosa, #55, da HG Motos Racing / Sky Comp, ficou em primeiro nas duas baterias do dia. Já na SuperBike Light, quem levou a melhor nas duas baterias do dia foi Vitor Reis. Na 1ª prova, Carlos Sakurai “Kaka”, #130 da Kaka KS Racing, acabou em segundo, com André Verissimo, #93 da Paulinho SBK, em terceiro. Na 2ª bateria, Danilo Berto, #82 da Ducati Campinas/Motul/Topoil, e “Kaka” finalizaram na segunda e terceira posição, respectivamente.

Mais pegas

Rafael Traldi foi o grande vencedor da Yamalube R3 Cup na 1ª etapa da Copa Pirelli entre as motos 300cc. O #28 da Traldi Racing cruzou a linha de chegada seguido por Enzo Valentim, #29 da Fast Kids By Piui Motorsport, e pelo #26 Kevin Fontainha.  Na Ninja 300, Gabrielly Lewis, #17 da Tecfil Havoline Racing Team, terminou como a vencedora ao término da prova.

Já nas 500cc, Fábio Florian ficou em primeiro. O #88 da Moretti Racing Team conquistou o lugar mais alto do pódio, na manhã deste domingo (04), após 10 voltas. Marcelo Moreno (#77), da Motonil Motors / UsatecBSB, terminou com a segunda posição, e Rafael “Touche” (#8), da HVR Superbike & Moretti Racing, veio na sequência.

100 milhas

As 100 Milhas das 300cc contou com uma final emocionante. Após mais de 1h de corrida, a #260 Motonil Motors / UsatecBSB, de Matheus Barbosa, venceu ao superar a #29 da Fast Kids, de Enzo Valentim e Willians Piui, por apenas 0.003s. Na sequência, a #31 Pitico Race Team, de Davi Gomide, fechou em terceiro. “Foi uma prova bem emocionante. No começo, segui o ritmo das 500cc. Como eu estava sozinho, tive a intenção de ficar atrás para ter menos desgaste físico, deixando que as 500cc me puxassem. Depois, eu entrei no boxe e tive que ir sozinho lutando até chegar à volta final. Graças a Deus passei por pouca coisa e consegui levar o resultado para casa. Eu caí na Copa Pirelli quando estava disputando a ponta, faltando uma volta, mas a minha equipe Motonil fez todo o serviço a tempo, e a moto ficou pronta para as 100 milhas”, disse Matheus.

Na disputa das 500cc, a moto #77 da Avia Lubrisint/Racing 22, de Rodrigo de Medeiros/Juninho Moreira, foi a grande vencedora. A dupla ficou à frente da #22 da Moretti Racing, de Maria Fernanda/Rafael Paixão, e da #444 da MotoSchool, de Luiz Felipe/Raphael Ramos.

Algumas das provas estão sub júdice e podem sofrer alterações.

Campeonato Paulista de Motovelocidade 2018 está com inscrições abertas

imagem_release_1191899

FOTO: BIRA/SPORT SPEED

Já estão abertas as inscrições para as primeiras duas etapas do Campeonato Paulista de Motovelocidade 2018, que serão realizadas no final de semana dos dias 17 e 18 de fevereiro, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). Os pilotos interessados têm até o dia 15 de fevereiro, quarta-feira, para confirmar a participação na abertura do Estadual. As inscrições são realizadas exclusivamente pelo site: goo.gl/GmepDM. Após acessar o endereço eletrônico, o participante irá escolher a categoria desejada, preencher o cadastro e definir a forma de pagamento, que poderá ser em até 10 vezes no cartão de crédito.

Importante destacar que, por ser um evento oficial da Federação Paulista de Motociclismo (FPM) e da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM), os pilotos precisam, necessariamente, ser filiados e estar em dia com ao menos uma das duas organizações para poder participar do Estadual.

A edição 2018 do Campeonato Paulista de Motovelocidade será dividida em oito diferentes categorias. Os pilotos de elite correrão na GP PRO 1000 e GP PRO 600, que se diferenciam apenas pela cilindrada da moto. Estas categorias são exclusivas aos pilotos profissionais que tenham em seus currículos participações em competições oficiais. Enquanto isso, as categorias GP LIGHT 1.000 e GP LIGHT 600 são direcionadas aos pilotos amadores que tenham realizado algum curso ou clínica de pilotagem.

O Estadual também terá categorias de menor cilindrada. A GP 250cc permitirá a utilização dos modelos Honda CB Twister 250, Kasinski GT-R 250, Yamaha Fazer 250, Kawasaki Ninja 250, Honda CB 300R e KTM Duke 200. Na GP 300cc, somente as motos Kawasaki Ninja 300 e Kawasaki Z300 poderão disputar a categoria. Por fim, na GP 390cc os pilotos poderão entrar na pista de Interlagos com os modelos Yamaha R3, Yamaha MT-03, KTM Duke 390 e BMW G310.

As 1ª e 2ª etapas, que marcam a abertura do Campeonato Paulista de Motovelocidade 2018, ainda terão em seu calendário a realização do curso ‘Racing GP Escola’, e duas Clínicas de Pilotagem.

Confira, abaixo, os valores das inscrições por categoria:

Categoria GP PRO 1.000: R$ 1.500,00

Categoria GP PRO 600: R$ 1.200,00

Categoria GP LIGHT 1.000: R$ 1.500,00

Categoria GP LIGHT 600: R$ 1.200,00

Categoria GP250 / GP300 / GP390: R$ 850,00

Curso Racing GP ESCOLA: R$ 1.800,00

Clínica de Pilotagem: Sábado (17): R$ 650,00; Domingo (18): R$ 650,00; Nos dois dias: R$ 1.200,00.

SERVIÇO: 

Inscrições para o Campeonato Paulista de Motovelocidade 2018

QUANDO: Até o dia 15 de fevereiro.

ONDE: Exclusivamente pela internet

Para mais informações, acesse o site ou entre em contato com a Motors Company através dos telefones: (11) 99670-6569, ou (11) 3938-3451, ou ainda pelo e-mail curso@motorscompany.com.br.