Ducati Multistrada 1260: Potência e desempenho em evolução!

DUCATI MULTISTRADA 1260 S (chapada)

FOTO: DIVULGAÇÃO

Com o novo motor DVT, os 1.262 cm3 de cilindrada da Multistrada 1260 mantém a alma esportiva da Ducati, mas com uma dose extra de eletrônica, extraindo o máximo de potência dos 158 cavalos disponíveis na nova multibike da marca italiana

No dia 31/10, a nova Ducati Multistrada 1260 foi apresentada à imprensa e aos amantes da marca italiana, que foram convidados pela própria Ducati para participar do evento realizado em um pub localizado em Moema (SP). A ideia é amplificar ainda mais a presença da Ducati no segmento big trail de alta cilindrada, com motos que unem alta tecnologia, conforto e desempenho.

A motocicleta combina o motor de 1.262 cm3 de cilindrada com 158 cavalos de potência. O nível alto de desempenho deriva do motor Testastretta DVT, que abusa do torque, capacidade de circulação e capacidade de tração. De acordo com o fabricante, a motocicleta entrega muito mais potência a partir de baixas rotações.

Entre as principais novidades, destaque para o Ducati Quick Shift (disponível na versão S) que permite a troca de marchas automática para cima ou para baixo, sem o uso da embreagem. E também para o TPMS, sensor avançado para o monitoramento da pressão dos pneus. A máquina disponibiliza 4 opções de pilotagem, sendo Sport, Touring, Urban e Enduro. No Brasil serão comercializadas as versões ABS e S.

Preço público sugerido:

Ducati Multistrada 1260 ABS R$ 74.900,00

Ducati Multistrada 1260 S R$ 84.900,00.

Mais informações e o test ride completo você verá em breve, no portal Acelera Derrico.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Test Ride: Yamaha MT-07

DSC00486

FOTO: VINÍCIUS ANDRADE

Mais atraente, a nova Yamaha MT-07 apresenta muita força no torque, leveza e facilidade na condução. As primeiras impressões de pilotagem a bordo dessa máquina você acompanha agora, no portal Acelera Derrico

A nova MT-07 (Master of Torque) foi apresentada pela Yamaha aos jornalistas especializados e também para alguns convidados especiais no dia 09 de outubro. Os pilotos foram recebidos no hotel Blue Tree Paulista, em São Paulo, e de lá foram conduzidos até o Centro da cidade, onde uma grande surpresa os aguardava: um evento todo voltado ao aspecto asiático, com comidas típicas, decoração impecável, e o melhor de tudo, várias MTs estacionadas, só esperando a chegada dos seus “domadores”.

Um pouco de história…

DSC00499

FOTO: VINÍCIUS ANDRADE

A Yamaha MT-07, lançada no Brasil em 2015, chega à sua segunda geração e foi completamente remodelada. Seu novo design possui linhas arrojadas e agressivas, e a proposta era garantir mais conforto ao condutor, com um banco mais largo e ergonômico. O torque, associado ao menor peso da categoria, garante acelerações e retomadas empolgantes, além de agilidade e estabilidade nas manobras.

Detalhes

DSC00539

FOTO: VINÍCIUS ANDRADE

Disponível nas cores Racing Blue (azul metálico), Matt Gray Fluo (cinza metálico fosco) e Matt Black (preto fosco), a MT-07 2019 estará disponível na rede de concessionárias Yamaha a partir do dia 20 de outubro, com o preço sugerido de R$ 33.790,00 + frete.

O motor é um bicilíndrico em linha, com 689cc do tipo DOHC da MT-07 2019. Possui dois comandos e oito válvulas no cabeçote. Arrefecido a líquido e alimentado por sistema de injeção eletrônica, ele é capaz de desenvolver uma potência máxima de 74,8 cv a 9.000 rpm, e o torque máximo de 6,9 kgf.m a apenas 6.500 rpm. Vale destacar que o motor conta com a tecnologia Crossplane, a mesma utilizada na M1 do multicampeão de MotoGP, Valentino Rossi, que foi pensada para melhorar o torque e a entrega de potência.

Painel

DSC00629

FOTO: VINÍCIUS ANDRADE

O painel e seu posicionamento ao centro do guidão, tornou-se uma das marcas registradas do modelo. Ele tem display em LCD, é iluminado por LED e totalmente digital. Possui relógio, indicadores de marcha e combustível, conta-giros, hodômetro total e parcial, consumo médio, consumo instantâneo, F-trip (hodômetro parcial de reserva de combustível), temperatura do líquido de arrefecimento, temperatura do ar de admissão e o indicador “Eco”, que mostra quando a motocicleta está consumindo de maneira eficiente o combustível considerando rotação do motor, ângulo de abertura da borboleta, velocidade e indicador de marcha.

Girando

DSC00493

FOTO: VINÍCIUS ANDRADE

Durante o test ride que fizemos com a máquina, alguns pontos chamaram bastante a nossa atenção, tais como a perfeita ergonomia que a motocicleta oferece ao piloto. Logo no primeiro passeio, o encaixe foi perfeito e parecia que já conhecíamos o produto há tempos.

O torque poderoso, que aliás é umas das maiores propostas dessa moto, exige freios confiáveis, e esse quesito foi muito bem pensado para esta “motoca”. Formado por dois discos flutuantes de 282 mm e pinças de 4 pistões cada na dianteira, um disco de 245 mm e pinça simples na traseira, e claro, sistema ABS.

A leveza, estabilidade, facilidade no controle e a segurança imposta pela nova Yamaha MT-07 também merecem destaque. Pesando apenas 183 kg em ordem de marcha, a moto é, com certeza, uma das mais leves da categoria, e surpreende pela maneira divertida de pilotar, sempre privilegiando o desempenho.

A explicação para isso é o seu chassi tubular – cujo motor faz parte da estrutura – e rodas de liga leve de 10 raios. A nova MT-07 possui umas das melhores relações entre peso/potência desta categoria, com 2,4 kg/cv.

Fala Paschoalin!

DSC00533

FOTO: VINÍCIUS ANDRADE

Em 2019 o piloto Yamaha Racing de corridas de rua, Rafael Paschoalin, chegará à sua quarta participação na subida de montanha Pikes Peak, guiando uma nova Yamaha MT-07. De acordo com Paschoalin, ele optou por competir com essa motocicleya devido a sua agilidade e rapidez.

“A moto é muito estável e firme na trajetória. Com ela consigo ser bastante rápido e competitivo no trecho sinuoso formado por mais de 20 cotovelos ao longo dos 20 km do percurso do Pikes Peak. Outro ponto que contou a favor da MT-07 é seu baixo peso aliado ao seu motor cheio de torque. Essa combinação faz com que eu ganhe preciosos segundos nas acelerações ao sair das curvas e também contribui para que eu ganhe velocidade, com maior rapidez. A MT-07 é monstra! Aposto nela para vencer o Pikes Peak”.

FICHA TÉCNICA:

Peso em ordem de marcha (kg): 183

Motor: 4 Tempos / DOHC 8 válvulas / Arrefecimento líquido

Cilindradas (cm³): 689

Torque máximo (kgf.m/rpm): 6,9 / 6.500

Potência máxima (cv/rpm): 74,8 / 9.000

Tipo de combustível: Gasolina

Capacidade do tanque: 14 (2,7L)

Câmbio: 6 velocidades

Preço sugerido: R$ 33.790,00 + frete

PIRELI E MV AGUSTA APRESENTAM A DRAGSTER 800 RR

dragster-800-rr-pirelli (1)

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Apresentada pela Pireli e pela MV Agusta em pré-estreia mundial durante a abertura da nova P ZERO World de Monte Carlo, a edição limitada da Dragster 800 RR é composta de detalhes em borracha, desenvolvidos pela Pirelli Design, e pode ser equipada com os pneus DIABLO Supercorsa coloridos.

Acompanhe uma galeria de fotos da máquina!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Husqvarna Vitpilen 701: CanhãoUrbano!

39525_Vitpilen 701 2018

FOTO: DIVULGAÇÃO

Se você é apaixonado por motos, curte um design provocante e inovador e, é claro, não abre mão da potência e da facilidade de pilotagem no meio urbano, a Husqvarna Vitpilen 701 é uma máquina para entrar na sua lista de testes rides. Novidade no mercado brasileiro, a marca Husqvarna foi fundada em 1903, e é um dos fabricantes mais antigos ainda em funcionamento. Em 2014 a marca foi adquirida pela KTM. A motocicleta é considerada uma versão super premium das máquinas que estão à venda atualmente no mercado, ou seja, ela é feita para pilotos exigentes! “Trata-se de uma moto muito legal, muito diferente de tudo que eu já havia pilotado. É uma motocicleta dócil e forte ao mesmo tempo, possui uma pegada “racing”, com a possibilidade de uma pilotagem mais suave abaixo dos 4.000 rpm”, afirma Lucas Paschoalin, piloto e jornalista especializado.

A proposta da Husqvarna é oferecer uma nova perspectiva sobre o motociclismo urbano no Brasil. O motor monocilíndrico é potente e promove um desempenho muito bom. A moto é compacta e ágil, perfeita para enfrentar a loucura do trânsito diário das grandes cidades. De acordo com o fabricante, essa motocicleta foi criada para se adequar ao estilo de vida progressivo do motociclismo moderno. O design foi muito bem pensado, e faz uma mescla entre o estilo clássico e o moderno, sem excessos. “O resultado é uma fórmula encontrada pela marca para trazer aos dias atuais uma herança da sua origem sueca. Com traços leves e estreitos,essa naked é capaz de se mover com facilidade no agitado e caótico trânsito das metrópoles. A moto também chama a atenção pela beleza e causa furor pode onde passa”, disse Maurício Fernandes, sócio-proprietário da 2W & Fernandes Group, empresa que detém os direitos da Power Husky, concessionária que já tem as motos à disposição em São Paulo.

Detalhes

Apesar de focar nas origens e buscar o máximo da leveza, a roda de 17 polegadas se destaca pelas linhas modernas. Elas foram projetadas para apresentar uma longa durabilidade. O logotipo da marca está embutido nas rodas, demonstrando atenção a todos os detalhes. O banco utiliza espuma de alta qualidade, revestida com tecido de couro “mokka” que, apensar da aparência simples, garante maior conforto para o motociclista.Quando o assunto é consumo, o tanque da Vitpilen 701 é integrado ao design e foi desenhado para um melhor encaixe do piloto. A tampa é de alumínio e carregao brasão da Husqvarna Motorcycles. Para controlar tudo isso, dois semi-guidões estão conectados às extremidades das mesas de alumínio forjado, na cor preta, com detalhes que transformam a pilotagem numa experiência bastante agradável. “A posição de pilotagem é muita tranquila em relação às pernas. Já nos braços, caso o piloto fique muito tempo conduzindo a moto no trânsito, isso pode gerar certo cansaço, devido à posição debruçada”, diz Paschoalin.

O painel digital abriga todas as informações necessárias da motocicleta, através de uma leitura simples. “A tecnologia está muito presente na moto. Ela conta com suspensão muito bem ajustada e câmbio preciso. Há a possibilidade de trocar as marchas sem a utilização da embreagem, o que oferece mais agilidade na passada de marchas e respostas mais rápidas. O controle de tração também funciona muito bem”, explica o piloto.

Potência extrema

No quesito iluminação, o farol de LED da Vitpilen 701 é potente e dispara ao redor do arco uma luz contínua de circulação diurna. A lanterna está integrada à traseira da moto. Se é de potência que você gosta, vamos falar do motor, que é monocilíndrico, refrigerado por líquido, de 692,7 cc. A motocicleta garante 75 cv de potência e 7,5 kgf.m de torque a 6.750 rpm. A injeção eletrônica é operada pelo sistema de aceleração direta ride-by-wire. Como as peças são dealta resistência, o intervalo entre as manutenções pode chegar a até 10.000 quilômetros. O escapamento é confeccionado em duas partes,uma delas é um pré-silenciador feito em aço, enquanto a outra, um silenciador final, revestido em preto para combinar melhor com o estilo da moto.

Tanta modernidade não poderia deixar de contar com um sistema de freios confiável e, neste modelo, a Husqvarna selecionou a Brembo. Um único disco dianteiro de 320 mm e um traseiro de 240 mm garantem maior controle e desempenho às frenagens. Para quem gosta de mais emoção, o ABS pode ser desabilitado.“Os freios são impressionantes e se parecem com os que são utilizados nas competições. Um dos pontos mais legais do ABS é que ele não é tão intrusivo e não bloqueia tanto a frenagem, ou seja, mesmo numa situação de frenagem mais forte, a traseira da moto responde com muita segurança”, explica o piloto.

Tudo isso tem um custo! A motocicleta chega ao mercado com preço sugerido de R$ 79.900,00. “É uma moto forte como uma máquina de competição e bonita como uma cafe racer. Conta com a simplicidade de uma naked e detalhes muito bem trabalhados, com estilo minimalista”, finaliza Paschoalin.

FICHA TÉCNICA:

Motor: 1 cilindro, 4 tempos

Partida: Elétrica

Transmissão: 6 velocidades

Refrigeração líquida

Embreagem deslizante APTC (TM), atuada hidraulicamente

Freio dianteiro: Brembo four-piston radial fixed calliper, brake disc

Freio traseiro: Brembo single-piston floating calliper, brake disc

Diâmetro do disco do freio dianteiro: 320 mm

Diâmetro do disco do freio traseiro: 240 mm

Altura do assento: 830 mm

Capacidade do tanque: 12 litros (aproximadamente)

Peso sem combustível: 157 kg

Este slideshow necessita de JavaScript.

SUZUKI KATANA 2019 É APRESENTADA DURANTE O INTERMOT

WhatsApp Image 2018-10-03 at 07.26.32 (1)

FOTO: DIVULGAÇÃO

A Suzuki revelou na cidade de Colônia, na Alemanha, durante o Salão INTERMOT, a nova Katana, uma releitura da motocicleta lançada na década de 1980. A Katana 2019 tem quatro cilindros em linha de 999 cm 3, com 150 cv.

Vamos torcer para essa moto desembarcar o mais breve possível no Brasil. Enquanto isso não acontece, preparamos uma galeria de fotos para você conhecer um pouco mais sobre a máquina.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Kawasaki lança a Ninja ZX-10R SE 2019

11

FOTO: DIVULGAÇÃO

Modelo chega à rede de concessionárias a partir do fim de agosto com preço sugerido de R$ 93.990,00

As artes marciais motorizadas acabam de ganhar uma nova ninja! A Kawasaki Ninja ZX-10R SE 2019 é a prova de que os investimentos em pesquisa e desenvolvimento nos modelos de competição da marca japonesa têm sempre dois objetivos: torná-los vencedores nas pistas e trazer inovações às ruas. Por isso, a motocicleta que chega à rede de concessionárias da marca no fim deste mês conta agora com as suspensões eletrônicas que foram campeãs do Mundial de Superbike em 2017, com o piloto britânico Jonathan Rea.

Com três opções de atuação para a dianteira e a traseira (Road, Track e Manual), as suspensões Showa da Ninja ZX-10R SE incorporam o Controle Eletrônico de Suspensão (KECS, Kawasaki Electronic Control Suspension), recente tecnologia desenvolvida pela marca que traz sensores e solenoides integrados às unidades de suspensão, garantindo que o sistema atue de maneira discreta e altamente eficiente.

Informações facilitadas

1

FOTO: DIVULGAÇÃO

Ao interpretar a informação dos sensores e outros itens, como aceleração, desaceleração e velocidade, o resultado é um sistema de suspensão preciso ao estilo Mundial de Superbike e, ao mesmo tempo, com excelente capacidade de amortecimento proporcionando um alto nível de conforto, confiança e mais facilidade de pilotagem.

Essa mescla entre performance e conforto faz com que pilotos mais experientes sejam capazes de explorar seus limites e permite que uma gama maior de motociclistas tenham um gostinho de como é conduzir uma máquina campeã das pistas feita para as ruas.

Além deste novo pacote tecnológico, a Ninja ZX-10R SE possui rodas de alumínio forjado Marchesini, mais leves e resistentes, grafismos renovados e uma nova cor: Metallic Flat Spark Black. O modelo chega à rede de concessionárias da marca com preço sugerido de R$ 93.990,00.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Monster 797: Ducati aposta na versatilidade dessa nova naked

1

FOTO: DIVULGAÇÃO

A motocicleta recém-lançada foi apresentada no Brasil em junho e, de acordo com o fabricante, resgata toda a versatilidade do modelo Monster lançado em 1993

Novidade italiana no Brasil! A Ducati Monster 797, apresentada em junho em terras brasileiras, resgata toda a versatilidade do modelo Monster lançado pela Ducati em 1993. A moto representa a porta de entrada para o mundo da fábrica italiana. Dotada de modernidade, o novo modelo vem com quadro Trellis e motor L-twin refrigerado a ar e o farol redondo.

A Monster possui tanque compacto, mas ainda assim robusto, farol icônico e traseira cônica, um visual limpo e vigoroso. Com uma potência máxima de 75 cv a 8.250 rpm e ótimo rendimento na faixa de rotação, a Monster 797 coloca o desempenho e a diversão ao alcance de todos, garantindo uma experiência de pilotagem empolgante a cada dia, em qualquer estrada.

Tudo nos conformes!

2

FOTO: DIVULGAÇÃO

Em conformidade com a EURO 4, a Monster 797 L-twin é perfeita para aqueles que estiverem comprando sua primeira Ducati. Além disso, a segurança ativa está sempre pronta para entrar em cena, graças ao ABS Bosch de fábrica. O ABS da Monster 797 funciona juntamente com um sistema de freio dianteiro de alta categoria, consistindo de dois discos Brembo de 320 mm presos por duas pinças radiais Brembo M4.32.

O peso contido e a ágil geometria do chassi dão ao piloto uma “sensação” de perfeito controle, seja qual for seu nível de experiência.

Preço público sugerido: R$ 39.900,00, disponível nas cores branca e vermelha.