Yamaha mantém domínio no Brasileiro de Enduro e vence três categorias

1

FOTO: JANJÃO SANTIAGO

Depois de estrear com domínio em Itupeva, equipe repete o feiro e conquista mais 3 vitórias com seus pilotos, na segunda etapa do Campeonato, em Patrocínio/MG

O português Luis Oliveira deu um verdadeiro show de pilotagem durante todo o final de semana e garantiu mais uma vitória na Categoria E2. O piloto amplia a vantagem na classificação do Campeonato e com duas provas disputadas, abre ainda mais vantagem para o segundo colocado. “Consegui andar muito bem no sábado e conquistei a vitória na minha categoria e na Geral. No domingo também vinha imprimindo um bom ritmo e mantive a liderança durante toda a prova. Mas, antes da última especial começou a chover muito e a pista ficou muito lisa. Acabei caindo na especial e com isso perdi a liderança na Geral, mas ainda consegui a vitória na minha categoria. Não estou feliz com o resultado, pois sei que poderia ter sido melhor”, comentou Luis Oliveira.

Já na categoria E3 o mineiro Rômulo Bottrel mais uma vez foi absoluto. Mostrou superioridade na categoria para motos dois tempos e acima de 450cc quatro tempos. O piloto venceu os dois dias de prova e se mantém invicto na temporada. “Gostei bastante do meu ritmo, principalmente levando em conta que ainda não estou 100% recuperado. Tentei garantir minha categoria e deu certo, foram mais duas importantes vitórias no campeonato. Consegui vencer as 4 etapas do campeonato até aqui e lidero a categoria. Estou me dedicando ao máximo na fisioterapia, pra voltar a forma o mais rápido e lutar pelas vitórias também na Geral”, disse Rômulo Bottrel.

O jovem Patrik Capila mais uma vez foi o grande nome da Categoria Enduro Junior, destinada aos pilotos até 23 anos. O atleta capixaba mostrou domínio e venceu os dois dias da disputa. Além da vitória na sua categoria, ficou com a quarta colocação na classificação geral, mesma posição que ocupa na classificação do Campeonato. “Andei bem durante todo o fim de semana, mas poderia ter evitado alguns erros bobos e ter um resultado ainda melhor. Viajo nesta segunda pra Europa e vou participar de três provas lá, uma pelo campeonato português e duas pelo campeonato Mundial. Essa experiência vai ser muito importante e pretendo chegar ainda mais forte pra Biguaçu, próxima prova do campeonato”, relatou Patrik, que retorna da Europa pouco antes da próxima etapa do Brasileiro.

Ronald Santi teve problemas no final de semana e não saiu satisfeito da prova em Minas. Competindo em seu estado, contava com dois bons resultados, já que a disputa em sua categoria está bastante acirrada. No sábado liderava a prova e teve problemas com o combustível, mas ainda assim conseguiu salvar o segundo lugar na prova, ficando a apenas 4 segundos do líder. Já no segundo dia, também teve problemas e achou melhor abandonar, já que o regulamento prevê dois descartes durante o campeonato. “Final de semana difícil pra mim. No sábado estava ganhando a prova quando tive um problema no carburador, por causa de sujeira na gasolina, mas ainda conseguimos salvar a segunda colocação, a apenas 4 segundos do primeiro colocado. Já no segundo dia tive outro problema logo na primeira especial do dia, perdendo muito tempo e perdendo a oportunidade de conquistar um bom resultado. Mas estou muito feliz com meu desempenho e com minha velocidade. Vamos pra próxima!”, desabafou Ronald Santi.

O próximo compromisso da equipe pelo Campeonato Brasileiro será na cidade de Biguaçú/SC, nos dias 19 e 20 de maio.

Abertas as inscrições para o maior encontro de trilheiros do estado do Paraná

23361097_1704901459556171_305098302_n

FOTO: DIVULGAÇÃO

Tombo na Lama espera receber mais de 2,5 mil pilotos de todo o país, entre os dias 18 e 20 de maio, na cidade de Piên

O Tombo na Lama, considerado o maior encontro de trilheiros do estado do Paraná, terá sua décima segunda edição realizada entre os dias 18 e 20 de maio, na cidade de Piên, na região Sudeste. A expectativa é reunir mais de 2,5 mil trilheiros de motocicletas, quadriciclos e UTVs para uma trilha de aproximadamente 60 quilômetros.

A base será no Motódromo Eduardo Rudnick, local que oferece ampla estrutura, incluindo camping e estacionamento gratuitos, um dos grandes diferenciais do evento, assim como a liberação da pista de velocross, que poderá ser utilizada por todos os participantes.

O primeiro lote de inscrições já foi aberto e segue até metade do mês, ao valor de R$ 75. Ele está disponível nos sites http://www.rudnickmotos.com.br e http://www.tombonalama.com.br, ou ainda nas lojas Rudnick Motos, em São Bento do Sul (SC), Loja Letki e Lisboa Motos, em Piên (PR).

Quem garantir vaga antecipada no Tombo na Lama concorre a quatro motos zero quilômetro: duas CRF230F e duas CRF150F. Já quem deixar para fazer a inscrição no dia, além de pagar o valor de R$ 100, participará apenas do sorteio de duas delas: uma CRF230F e uma CRF150F.

Todos os trilheiros ganham café da manhã, lanche no neutro e almoço. Os dois mil primeiros inscritos ainda recebem a camisa off road oficial do evento. E a equipe com o maior número de pilotos inscritos é premiada com uma minimoto TR50F. Além disso, a segunda e a terceira também embolsam um cooler cheio de bebidas.

Segundo o presidente do Tombo na Lama, Jair Nenemann, a expectativa é excelente. “Nosso encontro é diferenciado, buscamos oferecer o melhor, não só para o trilheiro, mas também para seus acompanhantes. Teremos shows radicais da Pro Tork e baile dançante, o que promete agitar ainda mais. Estão todos convidados”, exalta.

Acompanhe as novidades do 12º Tombo na Lama através do Facebook: http://www.facebook.com/TomboNaLama

SERVIÇO:

12º Tombo na Lama

Data: 18 a 20 de maio

Largada: 9h quadriciclos e UTVs / 9h30 motocicletas

Local: Motodromo Eduardo Rudnick – Piên (PR)

Inscrições: nos sites http://www.rudnickmotos.com.br e http://www.tombonalama.com.br, ou ainda nas lojas Rudnick Motos, em São Bento do Sul (SC), Loja Letki e Lisboa Motos, em Piên (PR)

Hotéis parceiros: Hotel Rudnick, Hotel Santo Antônio e Piazito Park Hotel http://www.piazitoparkhotel.com.br/

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pilotos Honda Racing fazem dobradinha na abertura da Copa EFX de Enduro FIM

1

FOTO: MAURÍCIO ARRUDA/MUNDO PRESS

Júlio Ferreira vence a prova na categoria Elite e na classificação geral, seguido por Gabriel Soares. Nicolás Rodriguez é o mais rápido da E1

A primeira etapa da Copa EFX Brasil de Enduro FIM, disputada no último domingo (8) no Complexo Ayrton Senna, em Ribeirão Pires (SP), foi marcada pelo domínio da equipe Honda Racing. Os pilotos mineiros Júlio Ferreira, a bordo da CRF 450RX, e Gabriel Soares, que acelerou a CRF 250R, completaram a prova nas duas primeiras posições tanto na categoria Elite quanto na classificação geral. Já o carioca Nicolás Rodriguez, que correu com uma CRF 250R, faturou a etapa na categoria E1 e terminou na quarta colocação na classificação geral.

Ferreira comemorou o bom início de temporada na Copa EFX Brasil. “Estou muito feliz por ter começado ‘com o pé direito’. Fiz uma corrida sem erros e sem sustos, e a moto é espetacular”, analisou o piloto. Ele já volta às trilhas no próximo fim de semana (dias 14 e 15), quando será disputada a segunda etapa do Campeonato Brasileiro da modalidade. “Vou em busca dos dois títulos nesta temporada, da Copa EFX e do Brasileiro”, garantiu.

Companheiro de Ferreira na Elite, Soares analisou o resultado. “A dobradinha na categoria Elite e na classificação geral mostra a força da Honda Racing. Fiquei muito feliz com a vitória do Júlio Ferreira e com o meu segundo lugar, estamos levando a Honda sempre para o lugar mais alto do pódio. Eu torço por ele, ele torce por mim: o que importa é que a equipe fique sempre na frente”, completou.

Vencedor da categoria E1, Rodriguez também fez uma boa prova e terminou à frente de pilotos da Elite na classificação geral, ocupando o quarto posto. Para ele, o resultado é visto com bons olhos, já que começar o ano com uma vitória em sua classe é algo extremamente positivo. “Fiquei feliz de sair com a vitória e agora é trabalhar mais para cada dia ficar mais rápido”, disse.

O time é chefiado pelo multicampeão off road Felipe Zanol. “Vamos ter nossos três pilotos brigando pelas primeiras colocações na Copa EFX. O Júlio Ferreira foi o vencedor da corrida, o Gabriel Soares foi o segundo, bem próximo dele. Para completar, o Nicolás Rodriguez tem evoluído e está cada vez mais próximo dos companheiros de equipe. Isso é muito bom para a gente”, completou.

Além dos resultados individuais, a equipe Honda Racing Brasil liderou a disputa por equipes, seguida pela equipe Honda Motofield, que conta com o apoio da fábrica. Os destaques da Motofield foram Marcos Oliveira e Fernando Pereira, vencedores das categorias E4 e E8, respectivamente.

Prova perfeita

Para Fabio Simões, organizador da competição, a etapa de Ribeirão Pires foi excelente. “A corrida não registrou acidentes e teve um clima ótimo, sem chuvas ou qualquer alteração nos trechos da prova. Fizemos um evento perfeito e seguro”, comemorou.

Ele aposta que pilotos que correram pela primeira vez na competição voltarão a se inscrever para as etapas posteriores. “A gente teve bastante piloto novo que gostou da prova e já confirmou presença para a segunda etapa e vai seguir o campeonato com a gente”, afirmou. A próxima etapa da Copa EFX, que conta com o patrocínio da Honda, será realizada no dia 6 de maio, em Arujá (SP).

Copa EFX – 1ª etapa Ribeirão Pires (SP)

Resultado das corridas:

Classificação geral

1 – Júlio Ferreira – Honda CRF 450RX

2 – Gabriel Soares – Honda CRF 250R

3 – Washington Silva

4 – Nícolas Rodriguez – Honda CRF 250R

5 – Marcos Oliveira (Motofield/Honda) – Honda CRF 230F

Elite

1 – Júlio Ferreira – Honda CRF 450RX

2 – Gabriel Soares – Honda CRF 250R

3 – Nielsen Bueno

4 – Bruno Martins

E1

1 – Nicolás Rodriguez – Honda CRF 250R

2 – Evaldo Nespoli

3 – Vitor Menino (Motofield/Honda) – Honda CRF 250R

4 – Rodrigo Pagano

5 – Gabriel Mattos

E4

1 – Marcos Oliveira (Motofield/Honda) – Honda CRF 230F

2 – Renan da Silva Filho

3 – Fabrício Silva

4 – Ravi Lopes

5 – Renato dos Santos

E8

1 – Fernando Pereira (Motofield/Honda) – Honda CRF 230F

2 – Otávio Cardoso

3 – Matheus Costa

4 – Pedro Motta (Motofield/Honda) – Honda CRF 230F

5 – Rodrigo Estrella

Este slideshow necessita de JavaScript.

Enduro FIM e de Regularidade é o foco da nova equipe de pilotos da MXF Motors para 2018

Natan-MXF-Equipe2018

FOTO: DIVULGAÇÃO

A montadora de motos off road MXF Motors do Brasil acaba de anunciar sua nova equipe para 2018. São cinco atletas de diferentes categorias que competirão por diversos títulos nacionais e regionais com o patrocínio da marca.

Com 33 anos, Natan Smanioto mora em Novo Hamburgo (RS) e também é piloto de Enduro de Regularidade. “Espero alcançar os meus objetivos, que é chegar o mais próximo possível do primeiro lugar em todas as provas”, conta o gaúcho que irá correr no Brasileiro de Regularidade, Sul Brasileiro de Regularidade, Gaúcho de Regularidade, Copa Gaúcha de Regularidade, todos na Categoria Sênior. “Estou treinando e me preparando muito e com o apoio da MXF sei que fico mais próximo do pódio”, completa o piloto, que também conta com o apoio da revenda autorizada Duda Racing de Novo Hamburgo (RS).

De Itabirito, o piloto mineiro Heloisio Rioga representa a MXF no Enduro de Regularidade e Enduro Fim. “Correr é minha paixão e fazer isso com o apoio da MXF Motors é gratificante pra mim”, revela. Ele já está participando da Copa Barroco de Enduro Fim e Copa Estrada Real de Regularidade e irá correr a Copa Pró Motos de Regularidade, Enduro de Independência e Copa Minas de Enduro Fim.  “Quero ocupar sempre os lugares mais altos do pódio”, conta o atleta, que recebe ainda o apoio da revenda autorizada Dakura Motos de Ouro Preto (MG).

Na modalidade Enduro Fim correm os pilotos Anderson da Luz (Caxopa) e Marcel Maison. Parceiros de equipe, ambos já competiram na primeira etapa do Brasileiro de Enduro Fim. Marcel, de Chapecó, conta que seu objetivo é chegar o mais próximo das primeiras colocações. “A parceria com a MXF Motos me deixou ainda mais confiante pra correr esse ano”, revela. Já o Caxopa, dono do quarto lugar da primeira etapa do Brasileiro de Enduro Fim, conta que está confiante. “As expectativas são grandes esse ano, estou me preparando e treinando muito para dar o meu melhor”, diz o piloto. Ambos contam também com o apoio da revenda autorizada da MXF VM MOTOS, de Chapecó (SC).

Na modalidade Enduro de Regularidade, Wemerson Vitor segue para o quarto ano de patrocínio da MXF. Esse ano ele corre em busca de títulos na Copa MXF Rio, Copa Sul Mineira, Copa Mineira de Enduro de Regularidade, Brasileiro de Regularidade e Enduro da Independência. “Só tenho a agradecer por mais um ano de parceria, estou em busca de mais títulos e me esforçando para continuar representando bem a MXF”, diz Wemerson.

Segunda etapa da temporada 2018 da Alagoas Cup

DSC_0152

FOTO: DIVULGAÇÃO

Sábado de muito sol em São Miguel dos Campos, em Alagoas, e o forte calor fez a temperatura subir no trajeto de 23 km preparado especialmente para a segunda etapa da Alagoas Cup 2018. O percurso da prova foi um dos mais técnicos até hoje na competição, com muita variação de piso e obstáculos naturais.

Logo depois da largada, um retão de quase 3 km fez a adrenalina dos pilotos subir e as maquinas andarem com aceleração máxima por muito tempo por meio aos canaviais da região. A partir daí, a prova ainda continuou de alta velocidade, mas com trechos mais sinuosos em beira de mata nativa, o que agradou em muito aos competidores da prova.

Lá pelo meio do trajeto, um trecho com topografia bem variada e um piso misto de areia com piçarra batizado de tobogã foi o mais elogiado pelos pilotos. E no final da prova, ainda foram cinco quilômetros bem travados, o que exigiu muito braço e atenção a pilotagem com muita adrenalina até o ponto de chegada, já por entre uma mata bem fechada.

Na categoria UTV turbo segunda vitória na temporada na categoria Master do campeão de 2017, Lavoisier Monteiro. Na Turbo Light, vitória de Cid Porto com seu Polaris RZR. Já nos UTVs de até 900cc, vitória de Thales Novaes na Production Master e de Duduzinho Pereira entre os UTVs Production.

Na Moto B1, para motos importadas, o tricampeão Calixto Jr. já recuperado de uma cirurgia, venceu sua primeira disputa no ano. Na B2, Gabriel Calixto segue imbatível no campeonato e ficou mais uma vez com o degrau mais alto do pódio. Entre as motos nacionais, na B3, segunda vitória na temporada de Audo Jr e na B4, o degrau mais alto do pódio ficou para o piloto Tote Pernambucano da cidade de Jatobá/PE.

A categoria B5 (Over 40) reservou a disputa mais apertada até hoje em cinco temporadas da Alagoas Cup com o pernambucano Luiz Filho conquistando a vitória por apenas meio segundo sobre Germano Guimarães. Já na nova categoria B6, para pilotos acima dos 50 anos de idade, quem levantou o troféu foi o também pernambucano, Anselmo Borges.

Classificação – 2ª Etapa Alagoas:

Motos B1 – Importadas 2t ou 4t acima de 250cc

1º Calixto Junior / 2º Eduardo Barba Racing / 3º Beto Ávila

Motos B2 – Importadas até 250cc

1º Gabriel Calixto / 2º Adriano Medeiros / 3º Velknner Dantas

Motos B3 – Nacionais

1º Audo Motos Jr / 2º Guinha / 3º Alysson Queiroz

Motos B4 – Nacionais Estreantes

1º Tote Pernambucano / 2º Anderson Queiroz / 2º Adysson Queiroz

Motos B5 – Over 40

1º Luiz Gouveia Filho / 2º Germano Guimarães / 3º Adriano Cherry

Motos B6 – Over 50

1º Anselmo Borges / 2º Galego Txou / 3º Osmario Laranjeira Jr.

Dobradinha Honda: Tunico Maciel e Dário Júlio são campeões do Rally Cerapió 2018

330538_763978_39032223995_a1ce984b0b_k

FOTO: IDÁRIO ARAÚJO/VIPCOMM

A 31ª edição do Rally Cerapió, que terminou neste sábado (27) em Teresina (PI), teve dobradinha Honda entre os campeões das motos. O jovem piloto Tunico Maciel, de 24 anos, conquistou o bicampeonato na categoria Master, a principal da competição de regularidade. Já o experiente Dário Júlio, 40 anos, levantou a taça na categoria Over 40 de maneira invicta, pois venceu as 12 etapas nos quatro dias de prova. Foi o quarto título dele no evento – em 2007, 2009 e 2011 venceu na Master.

Tunico correu com a Honda CRF 450RX e Dário com a Honda CRF 230F. Foram os dois primeiros troféus de 2018 para a equipe oficial Honda Racing.

Durante quatro dias de rali, os pilotos percorreram pouco mais de 1.000 quilômetros. A largada ocorreu quarta-feira (24/1) em Trairi, no Ceará. Ao todo, foram 12 etapas, que exigiram muito das máquinas (motos, carros, UTVs, quadriciclos e bikes) e dos 391 pilotos e navegadores inscritos. Desbravaram caatingas, fazendas, serras, rios e riachos.

Em meio a paisagens de tirar o fôlego pelo caminho, como as praias e as vilas de pescadores, muitos trechos perigosos, com descidas íngremes por terrenos escorregadios e pedras escondidas. O roteiro teve ainda laços e dunas, que fizeram os pilotos colocar em prática toda a técnica de navegação e preparo físico.

Além da variação de terreno, houve também diversidade de clima. E, para surpresa dos competidores e da organização, choveu e fez frio em pleno verão no Ceará!

Detalhes dos campeões

330538_763982_39032222585_e577f04833_o

FOTO: IDÁRIO ARAÚJO/VIPCOMM

O campeão de 2017 passou bem por todas as dificuldades e repetiu a dose em 2018. Das 12 etapas, Tunico Maciel venceu 9, foi 2º em duas e 3º em uma. O bicampeonato veio com sua nova Honda CRF 450RX.

Tricampeão em 2007, 2009 e 2011 e vice-campeão ano passado na Master, Dário Júlio disputou o Cerapió 2018 na categoria Over 40, com sua Honda 230F. Com 12 vitórias em 12 etapas, foi campeão invicto.

“Participo dessa prova desde 2005. Neste ano foi a melhor edição. Fantástico. Prova completa, pesada. Exigiu técnica, preparo físico, sinergia do piloto e equipe, equipamento e navegação. Foi uma variedade imensa de terreno. Andamos em terra, cascalho, pedra, areia pesada, barro, cascalho, serra, subida, descida… Foram quatro dias que mediram quem merecia ganhar e perder. Gostei muito. Top! Ano que vem estamos aqui de novo”, disse o agora tetracampeão do Cerapió.

Próximos desafios de Dário Júlio são a abertura do Brasileiro de Enduro de Regularidade, no Rio Grande do Sul, e o Enduro dos Pampas. O Rally Cerapió-Piocerá deu o pontapé inicial da temporada de competições em 2018.

Rally Cerapió 2018 tem 391 inscritos nas cinco modalidades

CategoriaMotos-Cerapió

FOTO: DIVULGAÇÃO

A organização do Rally Cerapió 2018 divulgou na última sexta-feira (19/1) o número oficial de inscritos para a 31ª edição da tradicional prova de regularidade do off road nacional. O evento acontece de 23 a 27 de janeiro, com largada Trairi (CE) e chegada em Teresina (PI).

Ao todo, a competição reunirá 391 participantes de 20 estados mais o Distrito Federal, divididos em cinco modalidades. São 137 atletas nas Bikes; 112 pilotos nas Motos; 94 pilotos e navegadores nos Carros 4×4; 40 pilotos e navegadores nos UTVs e oito pilotos nos Quadriciclos. “Estamos muito felizes em receber todos esses competidores, além de todas as pessoas que compõem as equipes, apoios, etc. O Rally Cerapió/Piocerá é um dos maiores do país em número de inscritos, o que considero resultado de muito trabalho e dedicação nessas três décadas de evento”, destaca Ehrlich Cordão, diretor geral.

A prova é válida pela abertura do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country de Regularidade da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) e também pelo Ranking Nacional de Mountain Bike Stage Race – CBC.

Cada dia terá três etapas, o que totalizará 12 ao final do evento. Para os Carros, há o descarte de duas etapas. Para as Motos, não tem. Na competição para os veículos motorizados, a disputa terá mais de 1.000 quilômetros, durante os quatro dias, passando também por Sobral (CE), Parnaíba (PI) e Piripiri (PI). Já os ciclistas vão percorrer cerca de 300 quilômetros em um trajeto diferente nas cidades de Itapipoca (CE), Sobral (CE), Barra Grande (PI), Parnaíba (PI), Piracuruca (PI), Piripiri (PI) e Teresina (PI).

Programação:

23/01/2018

8h às 14h – Vistoria técnica

15h às 18h30 – Briefing técnico

19h30 – Largada Promocional

24/01/2018 – 1º dia

Trairi (CE) a Sobral (CE) – Carros, Motos, Quadris, UTVs

Itapipoca (CE) a Sobral (CE) – Bikes

25/01/2018 – 2º dia

Sobral (CE) a Parnaíba (PI) – Carros, Motos, Quadris, UTVs

Barra Grande (PI) a Parnaíba (PI) – Bikes

26/01/2018 – 3º dia

Parnaíba (PI) a Piripiri (PI) – Carros, Motos, Quadris, UTVs

Piracuruca (PI) a Piripiri (PI) – Bikes

27/01/2018 – 4º dia

Piripiri (PI) a Teresina (PI) – Carros, Motos, Quadris, UTVs

Circuito Teresina (PI) – Bikes

20h – Premiação