Buena Vista Moto Clube:MUITOS ANOS DE VIDA!

IMG_1745

FOTO: DIVULGAÇÃO

Buena Vista Moto Clube comemorou seu aniversário de 12 anos e aproveitou para realizar uma grande festa em Sorocaba, no interior paulista

O Buena Vista Moto Clube, associação sem fins lucrativos, conta com 380 integrantes e tem sede nas cidades de São Paulo, Americana, Curitiba, Florianópolis e São Salvador de Juyjuy, na Argentina. Em comemoração ao seu 12º aniversário, o grupo organizou uma festa nos dias 10 e 11 de novembro de 2018, em dois hotéis de Sorocaba (SP), onde associados e convidados confraternizaram em grande estilo.

Todas as unidades do clube prestigiaram a festa, que teve outro motivo especial: a inauguração de uma nova sede na cidade de São Roque de Minas (MG), que inicia os trabalhos com dez associados. O evento foi contagiante, com muita alegria e comemoração durante todo o final de semana. Três bandas de rock garantiram o som ao vivo para os convidados.

Além disso, o moto clube realizou sorteios de mais de 50 itens. O ponto alto foi a premiação de uma motocicleta Haojue Chopper Road 150. “Representar nossos associados é muito gratificante, pois somos irmãos e a ideia principal é vivermos em harmonia com nossas famílias, além de andarmos de moto. Ajudamos uns aos outros em todos os sentidos da vida”, diz Atier Cury, presidente do Buena Vista.

“O Buena Vista Moto Clube é um exemplo a ser seguido. Os integrantes colaboram ao máximo para que haja uma interatividade social de ajuda ao próximo e realizam diversas atividades filantrópicas ao longo do ano. São motociclistas que realmente percorrem muitos quilômetros durante o calendário anual”, diz Laertes Torrens Filho, motociclista que esteve na festa.

HARLEY-DAVIDSON 2019: AMOR À PRIMEIRA VISTA – Parte 2

IMG_2012

FOTO: DIVULGAÇÃO

No post anterior, noticiamos o lançamento da linha Touring 2019 da Harley-Davidson. Na segunda parte do artigo, revelamos mais detalhes sobre os modelos

Se você é um harleyro de corpo e alma, é hora de ir a uma concessionária Harley-Davidson e fazer um test ride com os novos modelos da linha Touring 2019, que engloba a Road Glide Special, Road Glide Ultra, Road King Classic, Road King Special, Street Glide Special e Ultra Limited. Como dissemos na edição passada, a intenção da H-D foi realizar vários avanços tecnológicos nas motocicletas do portfólio do próximo ano, contando com que há de mais moderno no mercado.

Um dos destaques dos modelos é o novo sistema Boom! Box GTS de informação, navegação e lazer, que conta com visual contemporâneo e funções aplicadas nos mais modernos smartphones e tablets. E um detalhe: apresenta recursos desenvolvidos especialmente para uso em motocicletas.

O ‘motorzão’ é realmente de arrepiar! Agora, as Touring estão equipadas com o Milwaukee-Eight 114, que dispõe de 1.868cc, para aventureiro nenhum botar defeito. A seguir, confira mais detalhes sobre essas preciosidades.

Road Glide Special: uma devoradora de asfalto! Toda escura, ela é repleta de recursos Premium. Dê a partida no motor forte e faça uma viagem incrível. A motocicleta tem preço sugerido a partir de R$ 97.400. Conta com acabamentos escurecidos, desde os garfos dianteiros até as pontas do escapamento, ou seja: um visual agressivo e moderno. As rodas são grandes e ousadas, com raios que chegam até a borda do aro. Os alforjes são estendidos, o que proporciona um design elegante por fora e espaçoso por dentro. Basta um simples toque para abrir as tampas.

Road Glide Ultra: para o motociclista que sabe que não há limites para uma boa aventura. O modelo tem preço sugerido a partir de R$ 101.900. A carenagem é no estilo “nariz de tubarão”. Um design diferenciado, inovador e que ajuda a cortar o vento. O para-brisa de 35cm é customizado. A máquina conta com faróis dianteiros duplos em LED, tudo para que você seja visto pelos outros veículos a qualquer momento. As suspensões dianteira e traseira são de alto desempenho, ajustáveis, para que sua viagem seja a mais confortável possível.

Road King Classic: essa raridade (com preço a partir de R$ 79.900) conta com pneus de faixa branca, rodas raiadas e alforje com capa de couro. O visual é clássico, com rodas cromadas de 40cm. O farol dianteiro é feito com materiais de última geração, proporcionando um longo alcance na luminosidade. O motor é forte e apresenta uma resposta imediata do acelerador. Os freios são eletronicamente vinculados, aplicando a medida certa de frenagem a cada pneu, independentemente das condições da estrada.

Road King Special: uma motocicleta com força impressionante e um visual escurecido, de parar o trânsito. Chega ao mercado com preço sugerido a partir de R$ 82.400. Conta com um guidão mini-ape com 23cm de altura e 3cm de largura, para você se sentar em uma posição mais alta e pilotar de maneira mais confortável e, ao mesmo tempo, agressiva. O motor Milwaukee-Eight 114 é padrão em todos os modelos Touring. São 1.868cc, o que ajuda nas ultrapassagens e na aceleração, quando necessário. A moto apresenta um estilo customizado de ponta a ponta, desde as rodas até os silenciadores.

Street Glide Special: seu estilo Bagger Hot Rod atrai olhares nas ruas. A partir de R$ 95.400, essa beldade pode ser sua. As rodas são pretas, cheias de ousadia, para você chegar aos locais com muita atitude e estilo. Os alforjes foram feitos para acentuar o perfil longo e baixo, criando um visual Custom mais emblemático. Os garfos dianteiros, o guidão, console e escapamentos foram escurecidos para remeter a mais agressividade. O modelo também conta com suspensão responsiva.

Ultra Limited: uma motocicleta para quem não gosta de viagens padrões. A máquina chega ao mercado com preço sugerido a partir de R$ 102.900. Ela está completa! Desde o novo motor até as manoplas aquecidas, equipadas com seis configurações com fácil ajuste. Clássica carenagem Batwing, novo sistema infotainment BOOM! GTS e muito mais. Também é possível definir a velocidade por meio do sistema Cruise Drive. O câmbio é de seis marchas e possibilita trocas suaves e silenciosas.

Harley-Davidson 2019: AMOR À PRIMEIRA VISTA

4O2A2757

FOTO: DIVULGAÇÃO

A Harley-Davidson apresentou a linha 2019 de suas motocicletas. As máquinas chegam ao mercado esbanjando estilo e com novos sistemas de informação, navegação e lazer. Tivemos o prazer de andar nas motos de modelo Touring. Confira nossas primeiras impressões!

No dia 16 de outubro, a Harley-Davidson do Brasil convidou a imprensa especializada para conferir uma prévia dos modelos 2019 da marca. Nas próximas postagens, publicaremos o test ride completo de diversas dessas máquinas incríveis – até lá, aguçamos o apetite dos leitores falando um pouco sobre a nova Touring, que engloba os modelos Road Glide Special, Road Glide Ultra, Road King Classic, Road King Special, Street Glide Special e Ultra Limited.

A convite da própria H-D, tivemos a oportunidade de viajar até o México, onde a marca norte-americana preparou um test ride para jornalistas. Foram sete dias de diversão e conhecimento das novas Harleys, recebendo informações técnicas dos engenheiros e, em seguida, o melhor da festa: pilotar as motos!

O VEREDICTO!

A Harley-Davidson continua a fazer avanços em seus modelos Touring, na busca do que há de mais moderno em tecnologia. O novo sistema Boom! BoxGTS de informação, navegação e lazer para algumas das motocicletas da família oferece visual contemporâneo e conta com funções aplicadas nos mais modernos smartphones e tablets, com recursos desenvolvidos especificamente para uso motociclístico.

As máquinas Touring do modelo 2019 passam a ser equipadas, também, com o motor Milwaukee-Eight 114. Com 114 polegadas cúbicas (1868cm³), o propulsor oferece uma melhor aceleração e desempenho poderoso nas ultrapassagens. Para os aventureiros de plantão, é uma ótima pedida!

Outro destaque é a compatibilidade com o Apple CarPlay (quando o microfone for utilizado com fones de ouvido Harley-Davidson Genuine Motor Accessories) e reconhecimento de voz hands-free.

Os preços variam de R$ 79.900,00 a R$ 102.900,00. Para mais informações, acesse o site: www.harley-davidson.com.br

FICHA TÉCNICA: MOTORIZAÇÃO

 

HARLEYDAVIDSON ROAD GLIDE SPECIAL

Motorização

Tipo Milwaukee-Eight 114

Arrefecimento refrigerado a ar

Válvulas 4 válvulas/cilindro

Alimentação Injeção eletrônica Multi-Ponto Sequencial (ESPFI)

Cilindrada 1.868cm3

Torque 16,7 kgf.m / 3.000 rpm

HARLEYDAVIDSON ROAD GLIDE ULTRA

Motorização

Tipo Milwaukee-Eight114

Arrefecimento Twin Cooled (ar e água)

Válvulas 4 Válvulas/cilindro

Alimentação injeção eletrônica Multi-Ponto Sequencial (ESPFI)

Cilindrada 1.868cm3

Torque 16,52 kgf.m / 3.000 rpm

HARLEYDAVIDSON ROAD KING CLASSIC

Motorização

Tipo Milwaukee-Eight 107

Arrefecimento refrigerado a ar

Válvulas 4 válvulas/cilindro

Alimentação injeção eletrônica Multi-Ponto Sequencial (ESPFI)

Cilindrada 1.745cm3

Torque 15,09 kgf.m / 3.250 rpm

HARLEYDAVIDSON ROAD KING SPECIAL

Motorização

Tipo Milwaukee-Eight 114

Arrefecimento refrigerado a ar

Válvulas 4 Válvulas/cilindro

Alimentação injeção eletrônica Multi-Ponto Sequencial (ESPFI)

Cilindrada 1.868cm3

Torque 16,7 kgf.m / 3.000 rpm

HARLEY-DAVIDSON STREET GLIDE SPECIAL

Motorização

Tipo Milwaukee-Eight 114

Arrefecimento refrigerado a ar

Válvulas 4 Válvulas/cilindro

Alimentação injeção eletrônica Multi-Ponto Sequencial (ESPFI)

Cilindrada 1.868cm3

Torque 16,7 kgf.m / 3.000 rpm

HARLEYDAVIDSON ULTRA LIMITED

Motorização

Tipo Milwaukee-Eight 114

Arrefecimento Twin-Cooled (ar e água)

Válvulas 4 Válvulas/cilindro

Alimentação Injeção eletrônica Multi-Ponto Sequencial (ESPFI)

Cilindrada 1.868cm3

Torque 16,52 kgf.m / 3.000 rpm

TRIO DE FERRO!

100_4583

FOTOS: ALÍRIO GOMES/HONEYPOT

Três amigos, três motos Honda (uma CB Twister 2019, uma CB 300 R e uma XRE 300) e um destino: Santa Isabel, acolhedora cidade no interior paulista

O que acontece quando três amigos de longa data, apaixonados por viagens de moto, se juntam a bordo de suas respectivas máquinas? Um passeio inesquecível, é claro! No estilo bate-e-volta, os aventureiros Guilherme Derrico, com uma CB Twister 2019, Fábio da Cruz Silvestre, com sua XRE 300, e Alírio Gomes, pilotando uma CB 300 R – todas da Honda –, saíram de Guarulhos e foram até Santa Isabel, do interior de São Paulo, onde curtiram as belezas da região sob a perspectiva de um motociclista.

Para quem não conhece o local, Santa Isabel deve seu nome a Santa Isabel de Aragão, Rainha de Portugal. Suas origens remontam a 1770 e estão indiretamente ligadas à conquista do ouro. Por ser um dos primeiros municípios a compor o Vale do Paraíba, recebeu toda a influência e costumes da região, pois surgiu como o lar de valeparaibanos que partiam dali em busca de Ouro Preto e Congonhas do Campo, em Minas Gerais, onde se destacava a produção de ouro. Ao retornarem, após o esgotamento das minas, eles se espalharam pelo Vale e estabeleceram a cultura do café na região. O restante da história pode ser conferido no site: http://santaisabel.sp.gov.br/conheca-a-cidade/

O PERCURSO

É muito fácil chegar ao local de destino: pegamos a Rodovia Presidente Dutra, no sentido Rio de Janeiro. Basta seguir reto, sempre tomando cuidado com o limite de velocidade da via. Após o pedágio, que se apresenta um pouco antes da cidade de Arujá (SP), com o preço de R$ 1,85 por moto, continuamos em linha reta, até chegar Santa Isabel – as placas indicam SP-056. O percurso de ida e volta é de aproximadamente 90 km.

Já na cidade, paramos para tomar um café, conversamos sobre a cena motociclística atual e aproveitamos para tirar fotos e registrar aqueles momentos agradáveis em diversos pontos da região. Já que nosso amigo Fábio tem parentes no local, ele e seu primo, “Jorginho”, fizeram as vezes de guias turísticos e nos levaram para admirar a natureza, que, a propósito, é belíssima. A hospitalidade dos moradores fez com que nos sentíssemos em casa. Um dos pontos altos da viagem foi a possibilidade de captarmos imagens da primeira igreja construída na cidade. Um detalhe bacana de Santa Isabel é que o município tem diversos “morrões”, ou seja, muitas subidas íngremes, que ajudaram a testar nossas motos ao limite.

IMPRESSÕES DE PILOTAGEM

Guilherme Derrico: na edição 215 de Moto Adventure, publicamos o test ride com a nova Honda CB Twister. A moto se comportou muito bem durante esse bate-e-volta. É uma motocicleta de média cilindrada, porém, com muita força, principalmente na saída. Apesar de seu cunho esportivo, permite tranquilamente a realização de viagens desse tipo sem afetar o conforto do piloto. Vale a pena o passeio! Para os amantes da velocidade, é importante frisar que, a bordo dessa máquina, atingimos os 141 km/h na reta e 146 km/h na descida da Via Dutra. Para uma média, considero de bom tamanho.

Fábio da Cruz Silvestre: Estou muito satisfeito com o desenvolvimento da XRE 300. Tanto na cidade quanto na estrada, ela é muito confortável. A facilidade para realizar ultrapassagens nas rodovias impressiona. A moto também oferece ótima visibilidade ao piloto. Para este tipo de viagem, é perfeita.

Alírio Gomes: A Honda CB 300 R responde muito bem na estrada, apesar de ser uma moto de média cilindrada. Tem um freio que passa segurança e a retomada é muito satisfatória. Nas retas, é possível atingir os 130 km/h com facilidade. Depois disso, demora um pouco para reagir, mas atinge 146 km/h. Na descida, em posição de ataque, o auge da velocidade chega a 154 km/h. Nas curvas, possibilita uma ótima inclinação, comparada às de máquinas de alta cilindrada, mesmo com os pneus originais. Estou muito satisfeito.

Este slideshow necessita de JavaScript.

MANIA DE SCOOTER

MVA_1433 copy

FOTO: MÁRIO VILLAESCUSA

Aproveitando a comemoração de seus 75 anos de atividades, Levorin apresenta o Matrix Scooter, com dez medidas de pneus voltados exclusivamente a essa família de veículos. Testamos o produto e vamos revelar nossas primeiras impressões sobre o lançamento

A Levorin aproveitou as comemorações de seus 75 anos de existência e lançou o pneu Matrix Scooter. O evento de apresentação foi realizado no dia 13 de novembro, no Palácio Tangará, em São Paulo, e reuniu a imprensa especializada, além de convidados especiais. De acordo com a empresa, o novo produto é focado no conforto do usuário, unindo aderência e segurança na frenagem em pista molhada.

Um dos destaques é seu desenho otimizado, com sulcos em aclive para melhorar o escoamento de água. O Matrix Scooter é um pneu sem câmara e terá dez medidas, abrangendo os modelos de scooters mais vendidos no Brasil, tais como: Suzuki Burgman, Honda PCX, Yamaha NMAX, Dafra Citycom 300i, Yamaha NEO 125, Honda POP 110, Honda BIZ 125 e Honda BIZ 110i, entre outros.

“Um dos pontos altos desse projeto é que retomamos o nome Matrix, referência em motos e muito bem-conceituado no país, oferecendo pneus para scooters de 100 a 300cc, com design moderno e esportivo. A novidade chega para completar nosso portfólio de produtos com novas tecnologias, qualidade e confiança”, diz Francis Ferreira, presidente da Levorin.

A aposta da marca para o pneu se baseia nos seguintes pilares: maior conforto para o usuário durante a pilotagem, mais segurança e aderência e se tornar uma referência em frenagem em pista molhada. “A Levorin está em uma fase de inovação e ruptura, com amplo investimento em novas tecnologias. Estamos nos renovando para ganhar ainda mais força no mercado. Queremos oferecer aos clientes o que existe de melhor e mais moderno”, destaca Rafael Nogueira, gerente de marketing da empresa.

DESEMPENHO

Os pneus Levorin Matrix Scooter têm aplicação no canal de reposição (revenda de varejo) em diversos modelos à venda no mercado brasileiro. As dez medidas disponíveis cobrem aproximadamente 97% do segmento. Para os pneus dianteiros, as medidas são: 3.50-10, 90/90-10, 90/90-12, 90/90-14, 110/70-13, 110/70-16. Já para os traseiros, são: 100/90-10, 130/70-13, 100/90-14, 130/70-16.

Após o test ride feito com uma Yamaha NMAX, podemos afirmar que o pneu garante boa estabilidade ao passar em buracos – segundo a Levorin, o produto gera 40% a mais de conforto se comparado à concorrência. Aferimos esse conforto e sentimos que o pneu passa uma boa sensação de segurança e aderência, tanto em pista seca quanto molhada. A motocicleta teve ótima saída após a utilização dos pneus. Os testes realizados pelos profissionais envolvidos na criação do projeto tiveram essa preocupação, ou seja, além de todo o conforto e segurança, o Matrix Scooter deveria otimizar o desempenho das motos. Mais uma opção de qualidade para os aficionados pelo segmento das duas rodas!

Este slideshow necessita de JavaScript.

UNINDO PAIXÕES!

foto 1

FOTO: DIVULGAÇÃO

III Encontro Nacional de Super Ténéré 750 foi realizado na cidade de Morretes, no Paraná, e reuniu cerca de 70 apaixonados, sendo 40 motocicletas. O evento já se tornou uma tradição entre os adoradores da Yamaha

Sabemos que a palavra “paixão” está associada ao universo das motos, mas isso parece se intensificar quando se fala na Super Ténéré 750, modelo da Yamaha projetado para o lendário Rali Paris-Dakar. Para os participantes do III Encontro Nacional de Super Ténéré, realizado na segunda semana de outubro (entre os dias 12 e 14) no município de Morretes (PA), essa paixão engloba o conceito mais nobre e elevado, que incorpora as virtudes humanas, transbordando para o relacionamento entre as pessoas, traduzindo-se em simpatia, alegria, entrosamento, receptividade e emoções indescritíveis. Esta foi a tônica do evento.

As atividades, organizadas e recepcionadas pelo simpático casal Milton e Suely, tiveram início no dia 11/10, quando a turma começou a chegar. Um dos participantes, Fernando, viajou mais de 1.200 km, de Mato Grosso do Sul até Morretes, em sua Super Tenere 750. Thailer, por sua vez, veio do Rio Grande do Sul (isso, só para citar alguns dos envolvidos). Porém, a chegada maciça do pessoal se deu no feriado de 12 de outubro e contou com motociclistas vindos de São Paulo e Rio de Janeiro, entre outros estados, vivendo aventuras que, segundo eles, poderiam virar livros. A maioria escolheu a descida pela Serra da Graciosa, cartão postal da região.

MÚSICA E GASTRONOMIA

O encontro ocorreu no Espaço Ecológico João Mineiro, na Estrada do Itupava, concebido a partir de um viveiro de reflorestamento onde há uma enorme variedade de plantas, somada à linda urbanização do local (além de ficar à beira de um riacho de águas claras, com direito à Boia Cross em corredeira, uma paisagem que nos faz esquecer as atribulações diárias). Na sexta-feira (dia 12), a espera dos companheiros foi brindada com um delicioso almoço preparado pelo “chef” Gessé, regado a um bom Chopp e outras bebidinhas.

A noite foi reservada ao reencontro dos participantes das edições anteriores e à apresentação dos novos integrantes, prestigiados com música ao vivo. A banda fez todo mundo dançar e consolidou a alegria que reinava no ambiente. Já no dia seguinte (13), após um delicioso café da manhã, todos se reuniram no imenso pátio onde estavam as motos para confraternizar, realizar um cerimonial de agradecimento pelo encontro e tirar fotos. Houve até a presença de uma grande personalidade do motociclismo, com quem todos fizeram questão de tirar uma foto de recordação. Ninguém menos do que Valentino Rossi. Virtualmente, é claro! A imagem do piloto foi estampada em um pôster na entrada do salão principal.

EXPLORANDO AS BELEZAS NATURAIS

Em seguida, o pessoal saiu para um passeio de moto pelas belíssimas cidades de Morretes e Antonina, no litoral paranaense, para conhecer algumas das muitas atrações desses lugares. No almoço de sábado, foi servido o famoso “Barreado”, um prato típico da região que pode ser apreciado com a deliciosa cachacinha local, além da saborosa Bala de Banana. Depois do almoço, o pessoal se reuniu para o plantio de uma árvore, com um punhado de terra trazido por cada participante, simbolizando a união fraternal.

Ao anoitecer, todos se reuniram no salão para um animado sorteio de brindes, lembranças e homenagens aos participantes, um evento cheio de alegria e emoção. Para finalizar os trabalhos, no domingo, todos pegaram a estrada logo cedo, levando em suas bagagens mais histórias de amizade e aventura, com o amor pelo universo das motos e pelas Super Ténérés 750 devidamente fortalecido. “Agradeço imensamente o esforço de Ernani Marques, Marcelo Techio e Jorge Papadopoulos, idealizadores do grupo e do projeto. O casal Miltão e Suely também não pode deixar de ser citado. Já estamos nos movimentando para fazer do próximo encontro uma festa ainda mais emocionante e com mais participantes. Viva a Super Ténéré 750!”, diz Maurício Stellatto, um dos participantes do evento.

Com uma rodada de antecipação, Eric Granado é campeão do SBK

1

FOTO: DIVULGAÇÃO

Piloto da Honda Racing venceu na etapa disputada em Londrina, no Paraná, e já não pode mais ser alcançado pelos adversários

No último domingo (11), pilotos e equipes aceleraram forte na disputa da 7ª etapa da temporada do SuperBike Brasil, que aconteceu em Londrina (PR), e garantiram o espetáculo no circuito paranaense. Com emoção em sete grids, o Autódromo Internacional Ayrton Senna foi palco de momentos decisivos do maior campeonato de motovelocidade das Américas.

O público que compareceu ao autódromo em um dia ensolarado esperava ver Eric Granado (#51) e companhia em ação. O piloto da Honda Racing Brasil cumpriu com as expectativas, venceu no grid principal e celebrou o bicampeonato da categoria SuperBike – ele também havia sido campeão em 2017.

Após superar Maximiliano Gerardo (#41), da Kawasaki Racing Team, e Danilo Lewis (#17), da Tecfil Havoline Racing Team, em 16 voltas, Granado foi protagonista da festa em Londrina.  A comemoração começou na pista, quando o piloto empinou a moto antes da bandeirada, passou pelos boxes, onde foi recebido com muitos aplausos pela equipe e torcedores.

A vitória coroou uma temporada de grande rendimento de Eric. Vencedor de sete das nove corridas no ano, o atleta da Honda Racing Brasil chegou aos 220 pontos na classificação e já não pode ser superado pelos adversários na oitava e última etapa da temporada 2018 do SBK Brasil, que ocorre em Interlagos (SP), no dia 2 de dezembro.

Confira a classificação final:

SUPERBIKE

1) 51-Eric Granado

2) 41-Maximiliano Gerardo

3) 17-Danilo Lewis

4) 28-Pedro Sampaio

5) 43-Wesley Gutierrez