Husqvarna: Quebrando Paradigmas!

RDUR7021

FOTO: DIVULGAÇÃO

Nesta entrevista, Maurício Fernandes (um dos responsáveis por trazer a Husqvarna ao Brasil) fala sobre a trajetória da marca e sobre suas pretensões para o mercado nacional

Para sabermos mais sobre a história da marca sueca Husqvarna, conversamos com Maurício Fernandes, sócio-proprietário da 2W & Fernandes Group (empresa que cuida da importação da Husqvarna Motorcycles e que também administra a concessionária Power Husky, primeira loja a vender motos Husqvarna fora da Europa). “O crescimento da marca no off road brasileiro está bem encaminhado com o nosso trabalho nos últimos cinco anos, com a equipe de Enduro atuando forte e, também, devido à tradição da Husqvarna Motorcycles. Agora, é hora de trabalhar a imagem da Husky on Road com motos modernas, tecnológicas e exclusivas, como as Naked Vitpilen e Svartpilen”, diz Fernandes. A seguir, confira na íntegra o nosso bate-papo com o empresário.

GUILHERME DERRICO: Qual é o conceito da motocicleta nos outros países? E qual é o perfil do proprietário?

MAURÍCIO FERNANDES: A Husqvarna Motorcycles tem os modelos off road para competição, modelos Street e Supermoto. O conceito das novas motocicletas da linha Street é o de máquinas progressivas, com design simples, porém, inovador. “Simples” porque são motos puras, sem muita carenagem, somente a medida certa que o piloto precisa; e progressiva porque são hi-tech e de alta performance. Motocicletas para pilotos modernos, que querem algo à frente do seu tempo.

GD: Qual é o posicionamento editorial da marca?

MF: A marca atenderá tanto o público on road quanto o off road.O Brasil tem muito potencial para essas duas vertentes.

GD: Hoje, a fábrica dispõe de quantos modelos? E qual é o mais vendido?

MF: Atualmente, a fábrica dispõe de toda a linha de Motocross e Motocross Infantil, 2T e 4T, toda a linha de Enduro 2T e 4T, a linha Supermoto (450 Competição e 701 Supermoto Street Legal), a Dual Purpose (701 Enduro Street Legal) e a linha Street, com as Vitpilen 701/401 e Svartpilen 401. No momento, a linha Enduro é a que representa o maior número de vendas no mundo.

GD: No Brasil, teremos quantos modelos?

MF: Temos 100% dos modelos disponíveis de todas as linhas. São 25 motos diferentes, prontas para conquistar os amantes das motocicletas.

GD: Fale um pouco sobre a Husqvarna em si, seu conceito inicial, fundação, particularidades… Sabemos que, no início, a empresa era uma fábrica que englobava outras atividades.

MF: A Husqvarna começou com a fabricação de armas, tanto que o logotipo é uma mira. Depois, passou a atuar com bicicletas e motos em 1903, na cidade de Huskvarna, na Suécia. Então, veio a linha agrícola, assim como diversos outros produtos. Até fogão já fabricaram! Hoje, as motos Husqvarna pertencem ao grupo KTM. A Husqvarna Group, com os produtos de força, é uma empresa totalmente independente, que não tem nada a ver com as motos.

GD: Vocês têm ideia de quantas unidades venderam este ano, no mundo todo?

MF: Sim, vendemos 40 mil unidades.

GD: Teremos outras concessionárias da marca em outros estados? Em caso afirmativo, onde e quando?

MF: No momento, não. Futuramente, com a estabilidade da economia brasileira, isso pode acontecer.

GD: A fábrica participa ou participará de alguma competição nacional?

MF: Sim, e vai entrar para ganhar! Participaremos do Brasileiro de Enduro FIM, Hard Enduro e Motocross.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Publicado em: News

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s