Maximiliano Gerardo vence 1ª etapa da Copa Pirelli e se diz motivado para a temporada

Foto_Gilmar_Rose

FOTO: GILMAR ROSE

No último domingo, dia 04, foram realizadas as primeiras disputas do ano do SuperBike Brasil, com a 1ª etapa da Copa Pirelli e as 100 Milhas 300/500cc, no Autódromo de Interlagos (SP). O evento contou com muita velocidade e emoção em todas as categorias.

O grande vencedor do dia na Copa Pirelli foi o uruguaio Maximiliano Gerardo. O #41 da JC Racing Team mostrou bom desempenho na estreia da temporada e faturou as duas baterias na SuperBike Pro. Após as corridas, o piloto afirmou que os resultados servem de motivação para a sequência do campeonato.

“Foi uma corrida boa. Fiz uma ótima largada nas duas corridas e pude garantir uma boa diferença para quem vinha atrás. Impossível uma maneira melhor de começar o ano”, disse Gerardo. “É uma motivação muito grande começar assim o campeonato. Dá mais vontade de continuar trabalhando e treinando para a disputa, que estará muito acirrada esse ano. Há muitos bons pilotos, então trataremos de fazer o melhor”, completou.

Atrás de Gerardo, vieram Danilo Lewis (#17), da Tecfil Havoline Racing Team, que se recuperou na segunda bateria após ter ficado fora do top 5 na primeira atividade; Alex Borges (#44), da Pitico Race Team; Jeferson Friche (#6), da HG Motos Racing / Sky Comp, e Ancelmo Perini (#12), da JC Racing Team.

Outras categorias

Na categoria Pro Amador, Julio Fortunato (#56), da Sport Plus Racing, também levou as duas baterias, enquanto Alex Borges foi o mais rápido nas corridas da Extreme, seguido por Jeferson Friche.

Pela Evo 1000cc, Rodrigo de Giovani foi o mais veloz nas duas baterias. Em ambas as provas, ele ficou à frente das motos da Motonil Motors / UsatecBSB, pilotadas por Pablo Nunes Flores (#28) e Fabricio de Freitas (#131).

A 1ª bateria da SuperSport Pro foi vencida por Ives Moraes, #23 da Motom, seguido por Luis Ferraz, #13 da Tecfil Havoline Racing Team, e Juninho Garcia, #27 da JR Motos Racing. Na Pro Amador, Regis Santos (#20), da Pitico Race Team, foi o mais rápido, e Sergio Prates (#74), da JC Racing Team, veio logo atrás. Entre os pilotos da Master, duas motos da Motom participaram da bateria. Leandro Bressan (#27) ficou à frente de Edson Fibla (#18) após a disputa. Ives também foi o vencedor na Extreme, enquanto o #20 Regis terminou em segundo, e Juninho fechou em terceiro.

Já na 2ª bateria, Regis foi o grande vencedor tanto na SuperSport Pro quanto na Amador (além da Extreme, onde o piloto também corre). Sergio terminou em segundo também na Amador. Ainda na Pro, Luis foi o segundo após as 12 voltas, seguido por Juninho, que também ficou em segundo na disputa da Extreme. Na Pro Master, a vitória acabou com Leandro Bressan.

Na SuperStock, Rodrigo Torroglosa, #55, da HG Motos Racing / Sky Comp, ficou em primeiro nas duas baterias do dia. Já na SuperBike Light, quem levou a melhor nas duas baterias do dia foi Vitor Reis. Na 1ª prova, Carlos Sakurai “Kaka”, #130 da Kaka KS Racing, acabou em segundo, com André Verissimo, #93 da Paulinho SBK, em terceiro. Na 2ª bateria, Danilo Berto, #82 da Ducati Campinas/Motul/Topoil, e “Kaka” finalizaram na segunda e terceira posição, respectivamente.

Mais pegas

Rafael Traldi foi o grande vencedor da Yamalube R3 Cup na 1ª etapa da Copa Pirelli entre as motos 300cc. O #28 da Traldi Racing cruzou a linha de chegada seguido por Enzo Valentim, #29 da Fast Kids By Piui Motorsport, e pelo #26 Kevin Fontainha.  Na Ninja 300, Gabrielly Lewis, #17 da Tecfil Havoline Racing Team, terminou como a vencedora ao término da prova.

Já nas 500cc, Fábio Florian ficou em primeiro. O #88 da Moretti Racing Team conquistou o lugar mais alto do pódio, na manhã deste domingo (04), após 10 voltas. Marcelo Moreno (#77), da Motonil Motors / UsatecBSB, terminou com a segunda posição, e Rafael “Touche” (#8), da HVR Superbike & Moretti Racing, veio na sequência.

100 milhas

As 100 Milhas das 300cc contou com uma final emocionante. Após mais de 1h de corrida, a #260 Motonil Motors / UsatecBSB, de Matheus Barbosa, venceu ao superar a #29 da Fast Kids, de Enzo Valentim e Willians Piui, por apenas 0.003s. Na sequência, a #31 Pitico Race Team, de Davi Gomide, fechou em terceiro. “Foi uma prova bem emocionante. No começo, segui o ritmo das 500cc. Como eu estava sozinho, tive a intenção de ficar atrás para ter menos desgaste físico, deixando que as 500cc me puxassem. Depois, eu entrei no boxe e tive que ir sozinho lutando até chegar à volta final. Graças a Deus passei por pouca coisa e consegui levar o resultado para casa. Eu caí na Copa Pirelli quando estava disputando a ponta, faltando uma volta, mas a minha equipe Motonil fez todo o serviço a tempo, e a moto ficou pronta para as 100 milhas”, disse Matheus.

Na disputa das 500cc, a moto #77 da Avia Lubrisint/Racing 22, de Rodrigo de Medeiros/Juninho Moreira, foi a grande vencedora. A dupla ficou à frente da #22 da Moretti Racing, de Maria Fernanda/Rafael Paixão, e da #444 da MotoSchool, de Luiz Felipe/Raphael Ramos.

Algumas das provas estão sub júdice e podem sofrer alterações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s